Olá pessoal,

Por incrível que pareça, já se passou 1 ano desde o nascimento do Renda Bordô Blog. Fico feliz em ver meu “bebê” está fazendo aniversário hoje, crescendo e se desenvolvendo. É uma pena não poder me dedicar ainda mais a ele. Além de postar essa receita maravilhosa, darei breves explicações sobre meu sumiço nos últimos meses.

Primeiramente, queria agradecer a todos que acessam e confiam no conteúdo do Renda Bordô. Sempre tento responder todos os comentários, para que vocês me sintam mais de perto e não se acanhem em mandar dúvidas, sugestões e até criticas, sejam elas construtivas ou negativas. Tudo por aqui é feito com o maior carinho para vocês. Desejo que esse ano que passou seja apenas o começo da vida do meu “pequeno”. E acreditem, sei como é difícil pegar uma receita na internet, confiando que ela vai ficar maravilhosa como aparenta, mas ter que adaptar toda receita para que ela fique pelo menos “comestível”, no final das contas.

Agora partindo para as explicações, no fim do ano passado, muito por acaso, descobri um pequeno nódulo na minha tireóide. A princípio, era coisa simples, um nódulo pequeno, onde foi recomendado apenas um acompanhamento semestral, para monitorar um possível crescimento, desenvolvimento. Hoje, quase 1 ano depois, estou caminhando para sala de cirurgia para remoção da glândula, já que meu nódulo, como diagnosticados nos exames que fiz durante esse tempo, possui características que não se pode garantir a benignidade dele. Não pensem que quero que sintam pena de mim ou coisa parecida, a minha intenção é alertá-los para um problema que também pode ser seu ou de algum ente.

A ultrassonografia da tireóide é um exame super simples e indolor. Através de exame de sangue é possível avaliar as taxas hormonais produzidas pela glândula, que nem sempre podem indicar a presença de um corpo estranho. Portanto, haja ou não histórico de problemas na tireóide em sua família, solicite ao menos uma ultrassonografia para seu médico. E independente do resultado, fique tranquilo, pois, de acordo com um dos médicos que consultei, geralmente os nódulos de tireóide demoram para se desenvolver.

Os problemas na tireóide têm se tornado mais frequentes e independem da idade (não esqueça que tenho apenas 26 anos). Mas sem desespero, em muitos casos, os nódulos são benignos e não trazem risco a saúde do paciente.

Em todo caso, o melhor é sempre procurar orientação médica.

Ando meio preocupada com a cirurgia, não pelo fato de ter que fazer reposição hormonal até o fim da minha vida, mas sim porque nunca fiz uma cirurgia “grande” assim. Bobeira de principiante, sabem? Sei que vai dar tudo certo! Com a graça de Deus.

Deixando toda essa conversa “triste” de lado, vamos para receita???

Beijus e um ótimo fim de semana!!!

Artigos relacionados: