Há menos de um mês, eu e meu marido resolvemos “inovar” nosso jantar, então, fomos ao Au Fondue, restaurante de fondue (óbvio!) em Brasília. Nunca tínhamos ido e todos falavam muito bem do local: ‘bem reservado e romântico, ideal para casais, mas vá preparada para voltar fedendo a fritura (como qualquer outro restaurante de fondue)”. Enfim, seguimos os conselhos, porém, lá, percebemos que precisávamos de “outros conselhos”, mais detalhes sobre o que poderíamos esperar e o que fazer em determinadas ocasiões, como por exemplo: o que fazer quando o óleo esfria? Será falta de educação pedir para o garçom trocar por óleo quente? E aquela batatinha deliciosa, posso pedir mais já que é rodízio??? Pena que saí de lá sem saber a resposta para essa última pergunta.

Então, foi aí que surgiu a ideia de fazer um post sobre isso. Peço desculpas antecipadas pelas fotos, pois tive que tirar na surdina mesmo. Por ser um ambiente mais requintando, achei que seria muita vexa ficar tirando fotos do local. Além disso, achei que os garçons já estavam meio desconfiados, então, preferi evitar um possível constrangimento.

E então, estão preparados para minha experiência no Au Fondue???

Fondue de queijo

 

Uma breve explicação sobre a origem do fondue

O fondue é uma iguaria de origem suíça, normalmente a base dos queijos Gruyère e Emmental (suíços, claro!!!) e vinho, mantido aquecido em um rechaud por uma lamparina ou vela. O fondue, originalmente, era acompanhado de pedaços de pão, batata e cenoura. O prato ganhou fama internacional com o chef Conrad Egli, de um restaurante de Nova Iorque, que passou a servi-lo na década de 50. Para completar, o chef criou a variação feita com chocolate, servida em seu restaurante como sobremesa. Outra variação bastante conhecida é o fondue bourguignonne, feito de carne e frango fritos em óleo quente acompanhados por molhos especiais.

O que é preciso saber antes de ir ao Au Fondue?

O restaurante oferece a opção de rodízio e à la carte, mas o meu foco será o rodízio porque foi o que optamos para o nosso jantar. O cardápio é bem claro quanto ao rodízio ser para no mínimo, duas pessoas, então se você for sozinho ou ninguém quer entrar no rodízio com você, é melhor não insistir.

Além deles cobrarem preços mais altos do que o normal para as bebidas, o que já era de se esperar devido a localização do restaurante, ainda é cobrado o valor de R$ 5,00/pessoa de cover, que é nada mais nada menos que um senhorzinho tocando teclado que passa despercebido em meio às conversas das pessoas.

Um detalhe muito importante que pode estragar toda a programação de uma noite extremamente romântica é a reserva. A reserva deve ser feita sim porque o espaço é pequeno e restaurante começa a ficar bastante movimentado após às 20h30. São aproximadamente 20 mesas, então seja esperto(a), reserve para às 20h ou antes, para que vocês possam escolher uma mesa que melhor agrade.

O ambiente é todo iluminado por velas que são distribuídas pelas mesas. Eu achei meio escuro, para falar a verdade, pois, na hora do fondue Bourguignonne a gente não conseguia ver que molho era o que.

O rodízio varia de uns R$49,00 (no achei o preço certinho, mas é por aí) de domingo à quinta e R$56,80, sexta e sábado. No final das contas, pode ter certeza que uma conta para dois não sai a menos de R$140,00, pois além do couvert, tem as bebidas e os 10% (que não é obrigado mais é…).

O rodízio

Vamos para a parte boa: a comida. O rodízio é dividido em três partes:

  1. Fondue de queijo;
  2. Fondue bourguignonne (carne e frango);
  3. Fondue de chocolate.

Fondue de queijo

O fondue de queijo é o primeiro a chegar. O rechaud é mantido aquecido por uma vela (o que ajuda bastante a iluminar o ambiente) e junto à ele, vem uma cestinha com pedaços de pão francês.

Atenção: coma pouco, pois o pão enche e você ainda tem duas rodadas pela frente.

Fondue Bourguignonne

Mais um rechaud chega a mesa. Esse carregado com óleo quente e acompanhado por uma travessa com filé de carne e peito de frango temperados cortados em cubinhos e mais 6 potinhos de molhos, farofa e cebola caramelada. Nessa parte, a gente, realmente, precisava de uma orientação maior, pois, acho que o garçom que nos serviu estava meio tímido no dia e, por isso, falou muito baixo os nomes dos acompanhamento. Eu e meu marido ficamos tentando adivinhar o que era o que e ao mesmo tempo, tentando ouvir o que os outros garçons serviam para os clientes para pegar mais informações (hehehe).

No final das contas, conseguimos descobrir que os acompanhamentos eram os seguintes:

  • Farofa (essa foi fácil!!!);
  • Cebola caramelada (só no final que descobrimos pois perguntamos para o garçom que foi retirar a mesa);
  • Molho curry;
  • Molho tártaro;
  • Molho rosê;
  • Molho de queijo (bem, achamos que é um molho de queijo, mas não temos certeza);
  • Molho de alho (também achamos que é um molho de alho, mas pode ser outra coisa);
  • Geleia de morango (essa também foi fácil, pelo menos sabíamos que era geleia mas não tínhamos certeza de qual fruta. Depois o garçom disse para os clientes da mesa ao lado que era de morango).

Só não me perguntem o que tem que comer com o que, pois, eu comi tudo com tudo. Até pesquisei na internet sobre quais molhos acompanham a carne vermelha e quais acompanham o frango, mas não vi nada que restringisse o consumo dos molhos com as duas carne. O molho curry, para mim, é um melhores, com a carne vermelha ficou sensacional. Já com o frango, o que me agradou muito foi a geleia. Não sei você, mais eu adoro o salgado com um doce.

Além de todos esses acompanhamentos, é servida a batata suíça, uma deliciosa batata em formato de omelete, temperada com queijo, cebola e outros temperos. Eu ainda estou na curiosidade se podemos pedir mais batata. Se alguém souber, por favor, me avise, porque vale muito a pena.

Com o tempo, o óleo vai esfriando, então, se precisar de mais, não se acanhe, peça à um dos garçons para trocá-lo.

Independente de quantas pessoas que estão participando do rodízio, a quantidade de pão, carne e frango servidas são as mesma, mas caso falte, você pode pedir mais para o garçom. É aí que entra a função do rodízio mesmo, porque, até o momento, era como se tivéssemos pedido à la carte. Agora, já vou avisando que o que é servido é muito para duas pessoas. Eu e meu marido não conseguimos comer tudo e nem vou dizer que saí passando mal de tanto que comi (ai que vergonha!!!).

Fondue de chocolate

Enfim, o tão esperado, amado e desejado fondue de chocolate. Infelizmente, não foi bem assim. Eu estava tão, mas tão satisfeita que mal aproveitei a sobremesa.

Após retirarem os outros dois rechauds, ele trazem o de chocolate, acompanhado por um pratinho com 7 frutas:

  • Morangos;
  • Banana;
  • Manga;
  • Abacaxi;
  • Maçã;
  • Mamão;
  • Uva roxa e verde.

Pelo que entendi, você pode pedir para trocar as frutas, por exemplo, caso não goste de mamão, peça para colocarem mais morangos ou banana.

Minha opinião

O lugar é legal, mas achei meio escuro. Eles podiam usar a ideia da luz de velas apenas para dar um ar mais romântico e não com a função de iluminar as mesas.

Outra coisa que não me agradou muito é que, por ser um lugar pequeno, eles tentaram aproveitar o espaço e as mesas acabam sendo muito próximas umas das outras, então, ficamos o jantar inteiro ouvindo as conversas dos outros clientes. Por esse motivo, não acho que seja tão romântico assim. Se as mesas fosse mais reservadas seria bem melhor.

Como o restaurante enche bastante, os garçons têm que correr para atender à todos, aí a qualidade do atendimento cai um pouco.

E essa é para os meninos: se você pensa em levar sua namorada para comer um fondue para garantir a noite, não se engane, pois, como eu disse antes, a gente come tanto, mais tanto (para compensar o valor pago), que só quer chegar em casa e ficar quieto. Mas antes, claro, tem que tomar um banho bem tomado dos pés à cabeça, pois tudo fica cheirando a fritura.

Tirando tudo isso, se está disposto(a) a conhecer e a pagar pelo preço, não deixe de ir.

Para quem tiver interesse, algumas fotinhas que tirei na surdina só para vocês sentirei como é o ambiente:

Clique nas imagens para vê-las em tamanho maior.

Entrada Fondue 1 Fondue 2
Caso conheça algum restaurante legal em Brasília e queira indicar, encaminhe para o e-mail do Renda Bordô (link no canto superior direito da tela) ou pelo Twitter.

 

Beijos e espero que tenham gostado!!!

Artigos relacionados: