Olá pessoal,

Quem acompanha o Renda pela página no Facebook ou Instagram, percebeu que o motivo da minha ausência nesse mês de abril foram as minhas tão sonhadas férias do ano. Como aqui em casa não temos muito costume de viajar, esse ano decidimos que seria diferente. Para comemorar o então 3 anos de casados, programamos nossa primeira viagem para o exterior. E como sabemos que outras oportunidades como essa demorarão “um pouco”, decidimos fazer um tour por alguns países da Europa. Com o medo de nos aventurarmos demais com reserva de hotéis, aluguel de carro e pedágios, achamos mais prudente fechar um pacote que fizesse todo o roteiro que desejávamos.

Coliseu em Roma

Fechamos um pacote com a EuropaMundo (empresa mundial que tem representante em cada país do mundo que você imaginar e a mesma empresa que nos garantiu guia 100% em Português, mas tivemos que nos contentar com os 15% de Portunhol da nossa guia), que passava por algumas cidades da Itália (Roma, Orvieto, Siena, San Gimignano, Florença, Veneza), demos uma passada rápida pela Suíça para seguirmos rumo a Paris (França). Por nossa conta e risco, ainda pegamos o Eurostar de Paris para Londres (Inglaterra), onde ficamos por mais 3 dias antes de pegarmos o caminho de volta para casa.

Clique abaixo para ver o mapa com todo o percurso que fizemos na viagem:

Exibir mapa ampliado

O meu propósito com esse post não é fazer propaganda de ninguém, já que não recebo nada por isso, apenas quero dividir com vocês mais essa experiência (o que foi bom ou ruim, erros e acertos que cometemos, etc…) para ajudar quem está pensando em seguir viagem como a que nós fizemos.

Conhecemos lugares maravilhosos e aprendemos várias lições nesses 15 dias de aventuras. A primeira lição da viagem foi: sempre verificar no itinerário se realmente o translado não está incluso no pacote para não passar o susto que passamos em Roma. Graças à Deus, foi só susto, nada aconteceu (contarei mais detalhes no próximo post).

Para finalizar esse post apenas de abertura da nossa viagem, termino com a pergunta que todo mundo faz com a maior ansiedade para gente, depois que voltamos de viagem: “E aí, como foi a viagem?”. Sempre respondo com aquela cara de que alguma coisa não foi conforme planejávamos: “Foi boa”. Não que a viagem não tenha realmente sido boa, mas, se algumas coisas não tivessem acontecido, como nosso estresse devido à erro da TAP em deixar nossas malas em Londres enquanto estávamos a caminho de volta para o Brasil e o furto de alguns objetos das nossas malas, a viagem teria sido bem melhor. Mas se resumirmos, a viagem foi boa: fizemos amizades, conhecemos várias cidades que levaríamos várias idas à Europa para conhecer, aprendemos um pouquinho da cultura de cada lugar, comemos muita comida boa, bebemos muito vinho e tiramos muitas, mas muitas fotos.

Artigos relacionados: