Nessas minhas últimas férias, infelizmente, não deu para fazer muitas receitas diferentes. Como o maridão ainda estava “baqueado”, a saída para curtir um pouco o tempo livre estava no nosso sofá. Na verdade, não exatamente no sofá, mas sim nos filminhos que andamos assistindo em cima do sofá.

Mas peraí: sofá + filme = tá faltando alguma. Claro, falta a PIPOCA!!!

PipocaImagem: Wikipédia.

Eu adooooro pipoca, principalmente aquele cheiro maravilhoso de pipoca quentinha, novinha. E é incrível como ela sempre nos primeiros 10 minutos de filme.

Mas, se engana quem pensa que só de gostosura se vive a pipoca. Na verdade, a pipoca tem vários benefícios:

  • Rica em fibras: se comparada em mesma quantidade com alface, a pipoca possui 5 vezes mais fibras que alface;
  • Feita por um amido resistente: como o carboidrato não é digerido pelo aparelho digestivo, os índice de glicose não sofre altas repentinas (e os diabéticos tipo 2 agradecem…);
  • Composta por grande quantidades de polifenóis (antioxidantes): conforme estudos, previne o surgimento de doenças como o câncer.

Nessa semana, mas especificamente no dia 02/05/2012, o Programa Bem Estar mostrou como fazer uma pipoca de micro-onda saudável, sem qualquer tipo de gordura. Confira o vídeo.

Mas se preferir a pipoca de panela (como eu), dê preferência ao óleo vegetal, pois satura menos se comparado aos outros tipos de gordura. Apenas algumas gotinhas são o suficiente para estourar uma boa quantidade de milho.

E para mantê-la  saudável, não exagere no sal e nada de manteiguinha derretida por cima,viu? Ah, e o que combina mesmo com pipoca saudável é água ou suco, nada de guaraná refrigerante.

Se alguém aí for ao cineminha, não esqueça das dicas para manter o “corpítio” sem deixar a pipoquinha de lado!

Beijus e ótimo fim de semana!!!

Informações: Saúde Plena (Correio Web).

Artigos relacionados: