Para quem está por dentro de todas as notícias de cinema, deve ter visto que no próximo dia 25 será lançado em todos Brasil o remake do filme Footloose – Ritmo Louco. O filme original é de 1984 e contou com a participação de Kevin Bacon como Ren McCormick, o qual se mostrou um excelente dançarino, melhor do que ator (pelo menos na minha opinião). Além de Bacon, outros atores como Lori Singer (Ariel Moore) e Sarah Jessica Parker (Rusty), com apenas 19 anos, também ganharam notoriedade após a participação no filme.

Kevin Bacon e Lori Singer, o par romântico de Footloose (1984)

Kevin Bacon e Lori Singer, o par romântico de Footloose (1984)

Até um tempo, eu ainda não tinha assistido o original e preciso dizer que o filme me decepcionou um pouco. Talvez isso tenha acontecido porque assisti “madura” demais. Talvez, mas não achei que o filme prendeu a minha atenção como outros da mesma época e categoria. O que faz mesmo valer a pena são as cenas de dança, principalmente de Bacon, e a música tema (que eu adoro!!!) cantada por Kenny Loggins de mesmo nome do filme.

Para quem assistiu a versão original e o trailer do remake, fica óbvio que os produtores/diretores (sei lá que é que define essas coisas…) da nova versão tentaram realmente fazer uma refilmagem do filme. Além da história e dos nomes dos personagens serem os mesminhos, até os figurinos e itens do cenário (como o fusquinha amarelo) foram preservados. Sem falar na semelhança física e de atuação do atores. Mas, ainda bem que a semelhança das atrizes que interpretam a Ariel Moore é mais voltada para a atuação, porque se fosse física, isso poderia ser um problema por servir de mal exemplo para as meninas com tendências bulímicas, já que os famosos influenciam e muito os jovens.

Acho que o remake tem tudo para ser um sucesso, já que os atores que farão o par romântico Ren e Ariel (Kenny Wormald e Julianne Hough) parecem ser mais experientes que Bacon e Singer na sua época. Só espero que a adaptação não dê tanto foco para cigarros e bebidas quando a versão original. Chega de má influência para esse moçada, não é?

Então, deixo os dois trailers para vocês notem as semelhanças e diferenças entre as duas versões e fica a dica para um cineminha em casa e relembrar o “tempo bom que não volta mais”.

Trailer da versão original (1984) – sem legenda:

Traile do remake (2011) – com legenda:

E você, gostou da nova versão ou prefere a original?

O que acha de remakes dos filmes que fizeram sucesso nos anos 80?

Deixe seu comentário.

Bom feriado para todos, beijos e até a próxima….

Artigos relacionados: